Opções gratuitas para curtir o feriadão em São Paulo

A São Paulo Turismo (SPTuris) lançou a segunda etapa do projeto “Pode entrar que a casa é sua”, que oferece a entrada gratuita a profissionais que lidam com os visitantes de outros estados e países nas atrações da capital. De novembro de 2015 a dezembro de 2016, 13 categorias como taxistas, cobradores e motoristas de ônibus e frentistas terão gratuidade de acesso, incluindo familiares, aos principais museus da cidade. Participam do projeto atrações como a Pinacoteca, o Museu de Arte Moderna e o Museu da Língua Portuguesa.

Ao facilitar o acesso à cultura, a prefeitura investe na formação de profissionais que vivem ativamente a cidade e estão em contato direto com o turista. “Receber bem é também qualificar o profissional para que ele possa oferecer informações relevantes ao visitante, valorizando a experiência”, disse o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.

masp

De acordo com o secretário municipal para Assuntos de Turismo de São Paulo, Salvador Zimbaldi, ao incentivar o contato com os atrativos da cidade, os profissionais ainda se sentem valorizados e desfrutam de momentos de lazer com a família. “Assim eles poderão ser multiplicadores de conhecimento e disseminadores de opinião”, disse.

A escolha das categorias profissionais levou em conta atividades que atuam em duas frentes: prestam serviços essenciais e são pontos naturais de transmissão de informação. A ideia é que que quem conhece, cuida melhor e sabe recomendar. Segundo a SPTuris, em São Paulo, existem 33 mil taxistas, 18 mil frentistas de postos de gasolina, 16 mil agentes de limpeza pública, 2,4 mil da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), 1 mil de segurança do Metrô e 6.240 da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

A primeira fase do projeto ocorreu entre 2012 e 2013 e beneficiou quase 6 mil pessoas de sete categorias. Desta vez, o grupo de beneficiados dobrou e serão contemplados mais de 330 mil profissionais. Para participar, os profissionais devem apresentar na bilheteria um comprovante de trabalho, como crachá ou holerite, acompanhado de documento com foto ou carteira de trabalho. Os atrativos participantes estarão identificados com um banner ou adesivo. Cada trabalhador pode levar até quatro acompanhantes que também terão acesso gratuito.

Dados do Ministério do Turismo mostram que São Paulo é o principal destino brasileiros para estrangeiros que visitam o país a negócios e o segundo a lazer. O estado é também a principal porta de entrada para viajantes internacionais: dos R$ 6,4 milhões de turistas que vieram ao Brasil no ano passado, 2,2 milhões entraram por São Paulo.

Veja as categorias profissionais participantes:

  • Agente ambiental, Agente do Metrô, Agente da CET, Guarda Civil Metropolitana, Taxista, Policial militar, Frentista de posto de gasolina, Policial civil, Cobradores e motoristas de ônibus, Motoristas de ônibus fretados, Agentes da CPTM, Agentes da Linha Amarela do Metrô e Funcionários da SPTuris.

MUSEUS PARTICIPANTES

  • Museu da Imagem e do Som
  • Museu Afro Brasil
  • Pinacoteca do Estado
  • Estação Pinacoteca
  • Museu Catavento
  • Museu do Futebol
  • Museu da Língua Portuguesa
  • Museu de Arte Sacra
  • Museu de Arte Moderna (MAM)
  • Museu da Imigração
  • Instituto Butantan
  • Museu da Casa Brasileira
  • Museu da Energia de São Paulo
  • Paço das Artes
  • Casa das Rosas
  • Casa Guilherme de Almeida
  • Capela do Morumbi
  • Casa da Imagem
  • MAC – Museu de Arte Contemporânea
  • Casa do Tatuapé
  • Sítio da Ressaca
  • Sítio Morrinhos
  • Solar da Marquesa de Santos
  • Oficinas Culturais
  • Memorial da Resistência