Ministro do Turismo reafirma confiança numa solução para tributação sobre remessas ao exterior

Em reunião com representantes do setor produtivo, o ministro Henrique Eduardo Alves reafirmou que o governo está empenhado em encontrar uma saída de consenso para o imposto que vai incidir sobre pagamentos para fornecedores fora do Brasil. O acordo firmado em dezembro de fixar a alíquota em 6% para a remessa de dinheiro ao exterior está mantido. A equipe econômica está trabalhando para encontrar o caminho técnico correto.

“O governo sabe da importância do turismo na geração de emprego e renda e está empenhado em buscar a solução definitiva para este problema até o fim do mês”, afirmou o ministro Henrique Eduardo Alves. “Estamos otimistas. O governo sempre manteve as portas abertas para a discussão. Acredito que estamos prestes a resolver esta questão”, afirmou o presidente da Clia Abremar, Marco Ferraz.

“O empenho do ministro Henrique Eduardo Alves está sendo fundamental para o governo entender toda a dimensão desta discussão”, afirmou o presidente da CVC, Luiz Falco. A reunião foi realizada em Brasília e contou com a presença de Magda Nassar, presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo, e Edmar Bull, da Associação Brasileira das Agências de Viagem Nacional.

Você também vai curtir: