Turismo entre serras, vales e cidades históricas do Rio de Janeiro

Turismo entre serras, vales e cidades históricas do Rio de Janeiro 2

A rota de revezamento da chama da Olimpíada do Rio de Janeiro percorre seis cidades do interior do estado nesta sexta-feira (29). O roteiro reúne atrativos históricos, culturais e naturais em uma região montanhosa, cortada por rios, começando por Piraí, no Médio Paraíba. A região é conhecida como Vale do Café. O patrimônio local conta parte da história do Brasil no prédio da Prefeitura (1837), Casarão do Arrozal, do tempo do Império, Igreja de Santana (1772) e Capela de São Benedito (1778). A Feira de Artesãos reúne, aos sábados, arte, cultura, lazer e compras. O Lago do Kopp e os rios Piraí e Paraíba do Sul estão entre os atrativos naturais.

28_07_2016_barra do_pirai_pontemetalica

28_07_2016_paraiba_do_sul_forum

Em Barra do Piraí, onde o rio que dá nome à cidade desagua no Paraíba do Sul, foi a primeira cidade emancipada no regime republicano (1890) e entroncamento ferroviário entre o Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. O turismo local reúne atrativos históricos como fazendas de café, igrejas, casarões imperiais e das estradas de ferro; eventos voltados para o Café e a Cachaça; além de atrativos naturais como os rios Piraí e Paraíba do Sul e Cachoeira de Ipiabas.

28_07_2016_vassouras_igreja_matriz

Nas antigas residências de Vassouras viviam os barões do café. A Casa da Hera, preservada e decorada como na época, é uma delas. As fazendas do Secretário, Cachoeira do Mato Dentro, Cachoeira Grande, Mulungu Vermelho e São Fernando também estão no roteiro de visitas. A Praça Barão de Campo Belo é tombada pelo IPHAN. Destacam-se ainda as casas de Câmara e Cadeia (1849), do Barão de Itambé (1860) e de Cultura; a Matriz de Nossa Senhora da Conceição (1846) e o Chafariz Monumental (1845). Vassouras tem se consolidado como importante destino turístico no Rio de Janeiro. O Festival Café, Cachaça e Chorinho, em julho, e manifestações populares mesclam Vassouras de história, tradição, diversidade e música.

Paraíba do Sul está intimamente ligada a história da Inconfidência. Na Vila de Sebolas estão os restos mortais de Tiradentes, que por determinação da sentença de morte, foram expostos em frente à Fazenda das Sebollas, local onde o inconfidente pregava a Independência do Brasil. Conheça também o Palacete Barão Ribeiro de Sá; a Ponte da Parahyba (1857) e a Estação Ferroviária (1867), inaugurada pelo Imperador D. Pedro II, que recebe passageiros que embarcam na viagem turística do Trem da Estrada Real. Situado na divisa com Minas Gerais, Paraíba do Sul é uma estância Hidromineral, de ecoturismo, e turismo religioso.

Três Rios é conhecida pelos atrativos históricos e naturais, como rafting no rio Paraibuna com 22 quilômetros de extensão entre seis corredeiras. Rapel, tirolesa e escalada também são esportes radicais bastante procurados. O encontro dos rios Paraibuna, Paraíba do Sul e Piabanha forma o único delta triplo da América Latina. O município guarda também rico patrimônio histórico, como a Ponte das Graças, o coreto da Praça da Autonomia, o Teatro Celso Peçanha, as igrejas Nossa Senhora da Piedade, da Conceição e São Sebastião; e a Casa de Pedra, antiga estação ferroviária.

28_07_2016_museu_imperial_petropolis

O clima ameno, as construções históricas e a natureza abundante são grandes atrativos turísticos de Petrópolis. A cidade guarda um dos tronos de Dom Pedro II; a coroa de brilhantes e pérolas; e a pena de ouro e rubis usada pela Princesa Isabel para assinar a abolição da escravatura. Todo esse acervo faz parte do Museu Imperial instalado no palácio de verão da família real. É justamente o clima imperial que o turista vai experimentar ao visitar museus, igrejas, construções históricas e hospedar-se nas pousadas charmosas da cidade. Outros edifícios da época incluem o Palácio de Cristal (1884) e o Palácio Itaboraí (1892). Complete o circuito com a Catedral de São Pedro de Alcântara, em estilo gótico, que guarda o Mausoléu Imperial; e as casas da Ipiranga (1884) de Santos Dumont, da Princesa Izabel e de Rui Barbosa. Os circuitos de turismo de aventura, ecoturismo e turismo rural oferecem vários atrativos naturais, além do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. As cervejarias da região também oferecem roteiros para degustação.

Investimentos

Desde 2013, o Ministério do Turismo já investiu R$ 183,5 milhões em infraestrutura turística no Estado do Rio de Janeiro. Piraí, com quatro projetos, recebeu R$ 1,6 milhão; Barra do Piraí, R$ 80 mil para uma obra de infraestrutura; Vassouras recebeu R$ 3,3 milhões em 11 projetos; e Petrópolis, R$ 8,1 milhões para 17 obras de infraestrutura e apoio ao turismo.

Planejando a próxima viagem? Pesquise ingressos para todos os parques de Orlando e chip internacional 4G ilimitado para a sua próxima grande aventura.