E esse tal de visto negado?

E esse tal de visto negado?

Bem, desde que o mundo é mundo e o consulado é o consulado, o visto negado existe. Eu te digo com propriedade, a gente NUNCA está preparado para ele. Nem mesmo quando você acha que não vai conseguir, a esperança te mantém até aquele momento em que você ouve que Infelizmente seu visto não foi aprovado. Seu mundo cai, você chora, se descabela, xinga todos os ancestrais do Kennedy, mas infelizmente não tem acordo. Você vai precisar mudar sua situação para tentar o visto mais uma vez.

Ah, mas pode pedir o visto de novo depois de 6 mesesPÉNNNNN! Errou de novo. Se você continuar na mesma situação, se você não tiver nada, ou quase nada diferente da situação de quando você tentou o primeiro visto, vou te falar, e mais uma vez com propriedade, nem tente!

Sim, eu tive DOIS vistos negados para os Estados Unidos. Eu tentei o visto pela primeira vez em 2012, no começo do ano e tentei exatamente 6 meses depois. Justificativas, eles não dão e vocês sabem, a gente sai de lá com a impressão que sabe onde errou, mas não tem certeza.

Eu fiz tudo errado. Eu comprei passagem, eu reservei hotel, eu já tava comprando dólares (iria para Los Angeles). Errei, errei e errei. Perdi uma grana com os reembolsos mínimos ou quase nenhum, perdi a viagem, fiquei com vistos negados no currículo e me frustrei como nunca na minha vida.

Se eu tivesse lido mais sobre isso, talvez não tivesse sido tão amadora. Então se eu puder falar algo sobre isso, eu falaria – assistam vídeos, leiam posts e ouçam experiências alheias. Eu fiz tudo isso, mas só depois dos vistos negados. Mas foi isso que me ajudou a não desistir e tentar mais uma vez, um pouco mais de ano depois e com uma viagem pro exterior na conta. (sabe o din din que eu tava juntando pros Estados Unidos? Eu fui pra Europa com meu marido, na época namorado, vulgo Nilson Junior que vocês conhecem tão bem).

Voltei pro consulado com um carimbo maroto, uma experiência de viagem e uma situação mais organizada. E dessa vez, inclusive já tirei com meu filho, levei um calhamaço de papel que vocês não imaginam, porque agora eu sabia das coisas, eu me preparei pra elas, tava pronta pro combate no consulado. E apenas 05 perguntas depois, das quais 02 eram sobre minha primeira viagem ao exterior e sem pedir absolutamente NENHUM dos papéis que eu levei, finalmente ele veio. O Visto aprovado chegou!

Infelizmente não existe fórmula do sucesso pra essa aprovação, acredito que se você se preparar bem pra esse momento, se organizar bem, entender quando embora você ache que está no momento certo, ainda seja melhor esperar um pouco mais. Eu me afobei, tenho certeza disso hoje. Na época eu não achava isso e deu no que deu. E olha que eu fiquei bem traumatizada, não podia ouvir falar em visto que começava a chorar, Nilson me ajudou muito a persistir e tentar mais uma vez. Porque eu demorei a ‘querer passar por isso de novo’.

Hoje em dia, confesso, me dá frio na barriga em todas as imigrações que eu faço, sei lá, paranoia, doideira ou apenas um lembrete desse momento tão triste pra mim. Mas ao mesmo tempo um orgulho danado, de não ter desistido e de seguir meus sonhos. E espero que hoje, eu possa ajudar algumas pessoas que estão passando por isso, ou que já passaram pela mesma situação. Não desista. Tenha garra, se prepare com tranquilidade, pesquise, leia muito sobre, assista muitos vídeos, tente ver várias situações. Assim você vai saber a hora certa de enfrentar o ‘monstro do consulado americano’. Boa sorte!

Planejando a próxima viagem? Faça sua cotação para ingressos para todos os parques de Orlando e chip internacional 4G ilimitado para a sua próxima grande aventura. Ah, também temos um grupo para Orlando em 2018 que você pode viajar junto com a gente.

  • kamila

    GABI MEU DEUS. parece que somos a mesma pessoa. Tive o visto negado 1x ano passado e hoje vi como fui tirar num momento errado. Eu decidi que ia sozinha, estava para me formar na faculdade e pra(na minha cabeça) esse foi meu erro. daqui 1 mês vou tentar novamente, dessa vez meu namorado vai comigo, vamos tirar ferias juntos, fui promovida… bom agora estou mais confiante mas com aquele frio na barriga de sempre. Sua história me ajudou a pensar mais positivo porque eu pensava que era a unica criatura no mundo que sofria com isso kkkk adorei o post!