Avianca pode iniciar cobrança de bagagens após julho

Avianca pode iniciar cobrança de bagagens após julho

Um assunto que tem ocupado as manchetes nos últimos meses da aviação brasileira voltou ao foco em coletiva de imprensa em Navegantes (SC), após a estreia da nova rota da Avianca Brasil, entre São Paulo e Navegantes. Questionado se algo havia mudado após a implementação do novo regulamento da Anac, o vice-presidente da aérea, Tarcisio Gargioni, foi claro: “quem não levar a bagagem, vai pagar mais barato, e quem levar, vai pagar mais”, resumiu.

O executivo adiantou que novas medidas em relação as bagagens podem ser tomadas a partir de agosto. “Estamos em um momento de estudo de mercado e adaptação de nossos sistemas, e ao menos até o final de julho não cobraremos bagagens”, comentou, levantando a possibilidade de que as bagagens podem começar a ser taxadas a partir de agosto.

“É como um condomínio que cobra a conta de água dividindo o valor igualmente entre todos os moradores: aquele que possui uma família de seis pessoas será beneficiado, enquanto quem mora sozinho, acaba injustiçado”, argumentou Gargioni.

Questionado se as tarifas atuais serão reduzidas para os passageiros que não despacham suas malas, Gargioni preferiu adotar o mistério: “aguarde e verá”.

Para o VP da companhia brasileira, a regra traz mais justiça na divisão dos valores entre os passageiros, uma vez que, na regulação anterior, mesmo quem não trazia bagagem consigo acabava arcando com os valores de quem optava por despachar.

Planejando a próxima viagem? Pesquise ingressos para todos os parques de Orlando e chip internacional 4G ilimitado para a sua próxima grande aventura.

0 Comments

    Comentários