Mas porque é sempre tão frio dentro do avião?

É sempre assim. Toda vez que a gente entra no avião logo começa a sentir aquele frio do Alasca né? (Sim estou falando por mim mas acho que tem muita gente que vai concordar comigo) Toda vez que você voa, é uma batalha sem fim com a temperatura, principalmente em voos internacionais. Especialmente para aqueles que vivem em climas quentes, como a maioria dos brasileiros, parece meio impossível conseguir se sentir confortável quando você está numa espécie de ‘lata congelada’.

Mas afinal, existe uma razão médica, do porque os aviões serem mantidos tão frios que deixam até os nossos ossos doendo.

De acordo com um estudo realizado pela American Society for Testing and Materials, os passageiros são mais propensos a desmaiar a bordo de uma aeronave do que em terra firme. Isto é geralmente devido a hipóxia, uma condição médica que ocorre quando o tecido do corpo não recebe oxigênio suficiente — e isso pode acontecer com muito mais frequência do que você imagina em passageiros de avião.

Outra coisa que pode desencadear a hipóxia é uma cabine superaquecida, por isso é que as temperaturas são mantidas abaixo da média. A gente pode bem carregar um casaquinho a mais ou pedir umas cobertas, mas os aviões não tem como se adaptar a temperatura de cada um, então eles regulam com base na média da população e mantem a temperatura um pouco mais fria.

Algumas aeronaves mais recentes são ajustadas para ter termostatos individuais por sessões dentro dos aviões. Agora a gente torce pra pegar um avião desse pra ao invés de pedir cobertas extras, aproveitar um friozinho gostoso e bem mais moderado nas nossas próximas viagens.

Planejando a próxima viagem? Pesquise ingressos para todos os parques de Orlando e chip internacional 4G ilimitado para a sua próxima grande aventura.